domingo, 6 de dezembro de 2009

Quando você acha que não tem mais lágrimas

Sofhia, a terceira siamesinha, foi encontrar seus irmãozinhos :(

Ontem, quando fui buscar os gatinhos castrados pra devolver ao cemitério, o veterinário avisou que ela tinha começado a apresentar sintomas

Pedi pra vê-la

Dei colo, carinho, comida na boca, conversei com ela

Pedi ao veterinário para trazê-la pra casa durante a noite, pra alimentar e aquecer, não queria que ela se fosse numa gaiolinha fria

De manhã, levaria de volta à clínica pra ser medicada novamente

Mas não deu tempo

Fui devolver os 3 gatinhos castrados pro cemitério e quando voltei até a clínica para pegá-la, soube que ela havia partido logo depois que eu saí

Mais um bebezinho que eu não consegui ajudar :'(

6 comentários:

Maira disse...

Amiga, é claro que vc ajudou, até onde vc podia, além disso... só Deus! Sei que é triste demais, mas agora ela virou um anjinho e vive em paz com seus irmãozinhos...
Força amiga!

Veronica Gregório disse...

Olha, você ajudou o máximo que pôde! Ela sabe que você foi alguém que ajudou muito ela. Agora ela virou uma estrelinha e com certeza está olhando por você. Ela estáem um lugar onde não há sofrimento.
Você ajudou muito mesmo!!

Lizandra disse...

Você ajudou sim, agora ela se juntou a seus irmãozinhos siameses e está em mundo melhor do que aqui, onde não vai sofrer, só ser feliz.
Você ajudou no que pôde

neko disse...

também perdemos 4 bebês desse jeito, um atrás do outro. alguem os abandonou na rua, foram resgatados, tratados com muito amor, mas infelizmente eram puros demais para este mundo e viraram anjinhos. e semana passada fiquei sabendo que o Alexandre, um gatinho cego que resgatei quase morrendo de inanição desapareceu por culpa do dono que se revelou um irresponsável. eu fico me perguntando o que fiz de errado, o que podia ter feito para mudar a situação, por que não cheguei mais cedo, por que, por que...
e no final, nenhum desses questionamentos ou culpas me fazem sentir melhor. e eu não posso deixar me abater, pois muitos outros esperam o melhor do meu espirito para receberem ajuda.
as suas mãos, que alimentam, que salvam, que fazem carinho para estes animais que tanto sofreram, são santas. nunca deixe que ninguem ou qualquer perda a faça questionar o bem que você faz a este mundo. o seu trabalho é lindo e por sua causa, vários gatinhos são felizes. cada perda é sofrida, mas pense que, em seu coração, em suas memorias, eles sempre estarão a salvo da maldade humana.
um abraço muito apertado e muita força para você.

Camila Vieira disse...

Não dá pra salvar o mundo, mas pelo menos você tenta, tem gente que nem isso! Às vezes só quem é de fora consegue ver a dimensão do nosso trabalho e acredite, estou vendo que você faz muuuito, muito mesmo! Mas me diga, ainda é desconhecida a causa mortis?

Anônimo disse...

Poxa Patrícia, que notícia triste. Imagino como você está se sentindo, mas tenha certeza que tudo foi feito pelos três irmãozinhos...agora eles estão em um mundo muito melhor, onde não existe dor e abandono.
Não desanime pelo que aconteceu, existem muito mais gatinhos que precisam de sua ajuda! Conte comigo no que precisar.
bjs.
Tania